quinta-feira, março 27, 2008

Mistérios, vistas curtas, ou pura insanidade.

Vai para três anos que muitos portugueses ficaram em choque ou surpreendidos, com aquilo que se resolveu ao tempo chamar: Arrastão. Dia 10 de Junho, na praia de Carcavelos. Dois dias depois, esboçou-se coisa idêntica em Quarteira e, por essa altura, tinha ainda havido uma série de assaltos nos comboios da linha de Sintra. Tudo junto, pareceu chamar a atenção das forças de segurança e, nos dias seguintes, foram reforçados os meios. Na altura, sobre o arrastão, manifestei-me aqui e sobre a problemática em geral, aqui.
Hoje, as coisas, não continuam na mesma. Estão piores! Existem mais armas na rua e, o clima tornou-se mais periclitante. Até aqui, nada de novo. Não é?!...
...Acontece que (segundo o Expresso de 21/03/2008), na sequência destes episódios algo preocupantes, foi criado um Gabinete de Estudos Criminológicos da PSP que, lançou um projecto inédito de prevenção da criminalidade. A iniciativa, que contava com o apoio de sociólogos, ensaiou uma aproximação à realidade sócio económica dos bairros mais problemáticos, procurando compreender e, intervir na formação dos jovens sinalizados como de risco. No primeiro ano deste projecto - no balanço feito pelo subintendente Victor Rodrigues -, as expectativas tinham sido ultrapassadas, a criminalidade tinha diminuído em vários pontos percentuais (particularmente no bairro mais problemático; o "6 de Maio") e, a intenção, era estender o projecto a todos os pontos do país em que os estudos deste gabinete apontavam para a probabilidade do desenvolvimento de novos focos de violência e criminalidade.
Entretanto (continuando a citar o Expresso), a PSP dispensou a socióloga que trabalhava no projecto há três anos e o coordenador no terreno foi afastado das funções! ...Falta de verbas e outras prioridades terão sido as justificações que lhe foram dadas.
A socióloga, foi contratada pelo Centro Social do bairro 6 de Maio.
A Direcção Nacional da PSP, confirma que o projecto está em avaliação e assegura que não deixou de ser prioritário...
Parece que existem verbas para contratar mais polícias, mais equipamentos; câmaras, carros, armas e tal... os cidadãos também vão comprando, cada vez mais, armas... agora, para sanar a origem dos problemas... o que parece, é que não há vontade! ...Vá-se lá saber porquê.

5 comentários:

mariadosol disse...

já me convenço que, ingenuidades à parte, às vezes é PURA INCOMPETÊNCIA. Não só, mas também...

herético disse...

vistas curtas. sobretudo...

ETÊS TUGAS ® disse...

Os portugueses continuam a surpreender-se com o que já não é surpresa e apenas se mantêm ...por pura inércia das acções. Ainda bem que sou Etê!!!

Um Momento disse...

Quando se tenta adiar a razão do problema solucionando apenas o que se vê... vá-se lá saber porquê que assim não funciona;)

Bom Domingo... sem arrastões!!!

(*)

Templo do Giraldo disse...

Ca estamos de novo meu amigo.

Depois de terminada a queima das fitas, e aquelas noites bem passadas, e bem regadas, estamos de regresso ao mundo activo do blogger.

Deparei que continuas aqui com o teu "sitio" bem movimentado como ja nos habituas-te.
Em breve voltarei com mais vagar para saber o que aqui se tem passado.

Um abraço.